contato@mco.adv.br

Fale com um Advogado

Facebook

Youtube

Buscar

O que é due diligence? Qual a sua importância?

due diligence

Muitos empresários entendem que a due diligence é como se fosse uma pesquisa. No entanto, ela vai além disso, devido à sua profundidade de análise dos diversos documentos de uma empresa, para saber se está ou não seguindo as estratégias estabelecidas.

Desse modo, são averiguados, por exemplo, os setores contábil, fiscal, tributário, previdenciário, trabalhista, propriedade intelectual e etc., para identificar os potenciais riscos e se podem ser revertidos ou não.

Por isso, abordaremos, neste artigo, seu conceito e relevância para as organizações. Entenda mais a respeito logo a seguir.

O que é due diligence?

A due diligence, traduzida como diligência prévia, é um procedimento que abrange o estudo, a análise e a avaliação minuciosa dos documentos relativos a uma empresa ou startup. Sendo essa uma das primeiras etapas em um processo de investimento, fusão ou aquisição.

A due diligence engloba diversas áreas da startup a depender do nível de profundidade desejado, sendo mais comum se atentar para área financeira, contábil, previdenciária, trabalhista, tributária, tecnológica e intelectual.

Dessa forma, é feito o processo de auditoria, levantando todos documentos relacionados aos temas e analisando para classificar os riscos eventualmente existentes.

Assim, a due diligence é realizada por um consultor ou auditor que investigará:

  • business diligence, avaliando as operações e métricas da organização e contabilidade, bem como a satisfação do cliente com a solução;
  • market diligence, analisando o mercado em que ela se encontra, sua demanda de produtos, posicionamento e questões relacionadas às mercadorias;
  • legal diligence, em que buscará estudar a estrutura societária, documentações, histórico jurídico etc.

Após tudo levantado e bem averiguado, o auditor emitirá um relatório dando o diagnóstico para que o investidor possa se decidir em realizar o investimento ou não. Dessa maneira, evitará surpresas futuras, assim como possíveis prejuízos.

Qual a importância de ter a documentação organizada?

A relevância de ter a documentação organizada está na agilidade do processo de due diligence, consequentemente, de investimento no qual a startup se encontra. Assim, com os documentos na mão se transmite a mensagem de uma empresa organizada e que o fundador tem todo conhecimento e controle do seu negócio. Portanto, isso permite e acelera seus procedimentos e a torna mais transparente e confiável do ponto de vista do empreendedor e do investidor.

Quais as boas práticas para fazer a due diligence?

Existem boas práticas para preparar a startup para due diligence no processo de investimento. Veja!

Transparência em todas informações

É extremamente importante que o empreendedor não tenha vergonha ou medo de demonstrar eventuais problemas que possam existir no negócio, pois essa é a fase exata para ser transparente. Inclusive é relevante também considerar trazer pontos críticos da vida pessoal que possam interferir nos negócios. Visto que os investidores, também, vão fazer uma due diligence na pessoa física do empreendedor com objetivo de conhecê-lo melhor.

Organização e agilidade das informações

É importante que o empreendedor tenha toda informação disponíveis e bem organizada para que transmita a mensagem de segurança, de controle do negócio e de comprometimento. Os investidores gostam quando há uma facilidade de superar esse momento de avaliação.

Fazer due diligence do Investidor

Do lado do empreendedor também é importante saber quem é o investidor que está disposto a aporte o dinheiro. É comum buscar conhecer e colher feedback de startups já investidas sobre como é a rotina de relacionamento com esse investidor e como ele agrega valor ao negócio. Também é comum conhecer o histórico de investimentos realizados a fim de avaliar a consistência e experiência que poderá ser trazida como grande valor em conjunto ao investimento.

Portanto, preparar a startup para uma due diligence, mesmo que esteja saudável, demonstrará mais oportunidade para o aporte dos investidores. Ainda, favorecerá que o capital necessário seja feito devido ao diagnóstico vantajoso obtido.

Gostou do artigo? Tenha mais informações sobre esse e outros temas nos seguindo no Facebook.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.